Projeto Octo – Oficina de confecção de polvo de crochê para ajudar no tratamento de bebês prematuros

O QUE É?

O Projeto Octo, surgido na Dinamarca em 2013, costura e doa polvos de crochê para bebês prematuros em Unidades de Tratamento Intensivo neonatais. A intenção é de que, quando abraçado, o brinquedo transmita calma e proteção ao recém-nascido, já que os tentáculos se remetem ao cordão umbilical e causam a sensação de segurança parecida à do útero materno. O projeto, que surgiu com um pequeno grupo de voluntários, hoje já faz doações para 16 hospitais pela Dinamarca e recebeu pedidos para atuar em mais 15 países pelo mundo. No Brasil, diversos estados já aplicam a técnica nas UTI'S neonatais, mas na região Nordeste, apenas o estado do Recife. 

Dentre várias unidades hospitalares procuradas, o Hospital Geral Dr. César Cals de Oliveira, que já contava com uma enfermeira crochetando polvos para ajudar os bebês internados lá, acreditou no compromisso do ato de compaixão proposto e vai receber nossa DOAÇÃO dos polvos de croché.

Agora cada um dos 80 bebês internados na UTI de lá vai poder contar com seu próprio polvo e após alta médica, poder leva-lo para casa. E é por isso que o projeto não pode parar! 

Para saber mais sobre o assunto, clica e confere a notícia! Contamos com você nesta causa!

http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2017/04/polvo-de-croche-ajuda-salvar-vida-de-bebes-prematuros.html

 



QUANDO É?

Dia 20 de maio, das 14h às 17h.



AONDE É?

Na IBC, durante a programação do Sábado em Família.  ABERTA AO PÚBLICO E TOTALMENTE GRATUITA! 

INSCREVA-SE! AS VAGAS SÃO LIMITADAS!

Envie um email para [email protected]  ou [email protected]  e garanta sua participação.

 



COMO PARTICIPAR?

Para participar é simples! Qualquer um pode se juntar a nós! Não precisa saber fazer croché, basta estar disposto a aprender e a ajudar. Se você não te interesse em aprender a confeccionar o polvo, pode ajudar doando o material para que o projeto continue! DOE! Materiais que CADA UM DEVERÁ TRAZER para aprender a confeccionar o polvo: * Fio 100% algodão (Sugestão: Barroco n.º 6 da Círculo, mas pode ser de qualquer marca, um fio semelhante que seja 100% algodão) * Agulha de crochê 4 a 4,5 mm * Fibra siliconada (sugestão Santa Fé) * Agulha de tapeçaria * Tesoura AO FINAL DA OFICINA, TODOS OS POLVOS CONFECCIONADOS SERÃO DOADOS À UTI NEONATAL DO HOSPITAL GERAL DR. CÉSAR CALS DE OLIVERA . * O hospital se responsabilizará pela esterilização dos polvos, por isso as orientações quanto ao material precisam ser seguidas. Para a exposição ao equipamento de esterilização hospitalar em altíssima temperatura, a linha deve ser 100 algodão e a fibra siliconada. Desta forma, ao esterilizados, os polvos suportam as altas temperaturas sem se deformar.



RESPONSÁVEL

NOME DO RESPONSÁVEL: Karla Marques | Aline Cavalcante

EMAIL DO RESPONSÁVEL: [email protected] | [email protected]

TELEFONE DO RESPONSÁVEL: (85) 9 8897-0356 | (85) 9 8778-3056



COMPARTILHE